Em 8 de dezembro de 2020, o Santo Padre o Papa Francisco proclamou o ano Josefino que tem como finalidade a busca de uma reflexão profunda da vida e obra deste santo homem, o pai adotivo de Jesus.

José é patrono da Santa Igreja Universal, sendo proclamado pelo Papa Pio IX, em 08 de dezembro de 1870.

São José teve papel importantíssimo na formação de Jesus enquanto pessoa humana. Claro, Jesus é o Filho de Deus. Porém, se analisarmos o comportamento de Jesus do ponto de vista humano, veremos que Jesus foi um menino e um homem que teve um pai presente, piedoso e influente. Um pai que ensinou ao Filho o caminho da justiça, da verdade, do amor e do conhecimento da Palavra de Deus. Não é à toa que São José é chamado de “Justo” nos Evangelhos.

Coube a São José a grande honra de dar o nome ao Filho de Deus humanado. O Anjo lhe disse: “Ela dará à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo de seus pecados. Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor falou pelo profeta” (Mt 1, 21-22).

“São José é invocado também como o padroeiro dos carpinteiros. Na arte cristã ele é representado tendo um lírio na mão, representando a vitória dos santos. Algumas vezes ele aparece também com o Menino Jesus ou nos braços, ou ensinando a Ele a profissão de carpinteiro. Devemos sempre ter conosco a imagem de São José, e tentar pôr em prática na nossa vida as suas virtudes. Toda Igreja deveria ter presente a imagem de São José para que todos fiéis pudessem lembrar da importância desse grande Santo, que contribuiu para que a história da nossa salvação acontecesse. Primeiro acolhendo o plano de Deus em sua vida e depois ensinando as virtudes da Lei a Jesus e sendo um exemplo de família para nós.” Cardeal Dom Orani Tempesta.

Um presente para toda a Igreja

Em comemoração aos 150 anos da proclamação de São José como guardião universal da Igreja, pelo Papa Pio IX, o Papa Francisco da um grande presente à Igreja, o “Ano de São José” através da Carta Apostólica Patris Corde “Coração de Pai”. Esta Carta, como o próprio título sugere, é cheia de afeto. Nasce do coração paternal de Francisco, que deseja, por meio dela, chegar ao coração de todos os católicos, convidando cada um a conhecer melhor o pai adotivo do Senhor e a sua importância no plano salvífico de Deus.

Março de São José

No dia 19 de março, celebraremos a Solenidade de São José, Esposo da Virgem Maria. Esta data que é celebrada dentro da quaresma é profundamente celebrada por todos os fiéis católicos com toda sua dignidade. Conforme as disposições canônicas e litúrgicas, damos uma pausa no tempo quaresmal para celebrar a solenidade daquele que foi o pai do Salvador e cuidou com zelo e piedade da amável e doce Maria.

Patrono do Instituto dos Frades de Emaús

São José foi proclamado também patrono do Instituto dos Frades de Emaús. A exemplo deste grande homem, obediente, serviçal e trabalhador os frades de Emaús se inspiram a buscar o amor e a obediência no serviço a Deus e aos homens.

Fontes:

Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist. – Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ / Disponível em: Disponível em: https://www.vaticannews.va/pt/igreja/news/2020-03/sao-jose-patrono-da-igreja.html

Vaticano News. Acesso em: https://www.vaticannews.va/pt/igreja/news/2020-12/ano-de-sao-jose-presente-para-toda-igreja.html