TobiasSelecionar outro livro


Capítulo 5 de 14

1Então, Tobias respondeu a seu pai: “Tudo o que me ordenaste, meu pai, eu o farei.

2Mas estou realmente sem saber como ir buscar esse dinheiro. Gabael não me conhece e eu tampouco o conheço. Que sinal lhe hei de dar? Não conheço nem mesmo o caminho por onde ir a essa terra”.

3Seu pai disse-lhe: “Tenho comigo o seu recibo. Bastará que lho mostres, para que ele te devolva imediatamente o dinheiro.

4Vai procurar um homem de confiança que te possa acompanhar, mediante uma retribuição. É preciso que recebas esse dinheiro enquanto ainda estou vivo”.

5Tendo saído, Tobias encontrou um jovem de belo aspecto, equipado como para uma viagem.

6Sem saber que se tratava de um anjo de Deus, ele o saudou e disse-lhe: “De onde és tu, ó bom jovem?”.

7Ele respondeu: “Sou israelita”. Tobias perguntou-lhe: “Conheces, porventura, o caminho para a Média?”.

8“Sem dúvida!” – respondeu ele –. “Tenho percorrido fre­quen­temente esse caminho. Hospedei-me em casa de Gabael, nosso compatriota que habita em Ragés, na Média, cidade que está situada na montanha de Ecbátana.”

9Tobias disse-lhe: “Rogo-te que esperes por mim, enquanto vou anunciar isso a meu pai”.

10Tendo Tobias entrado e contado o sucedido ao seu pai, este ficou muito admirado e pediu que fizesse entrar o jovem.

11Ele entrou e saudou a Tobit: “A felicidade esteja contigo para sempre!”.

12Tobit disse-lhe: “Que felicidade posso eu ter ainda? Estou nas trevas, sem poder ver a luz do céu”.

13O jovem replicou-lhe: “Tem ânimo, porque é fácil a Deus curar-te!”.*

14Tobit disse-lhe: “É verdade que poderás conduzir meu filho à casa de Gabael, em Ragés, na Média? Quando voltares, eu te retribuirei por isso”.

15Então, o anjo disse-lhe: “Eu o levarei até lá e o trarei são e salvo para junto de ti”.

16Tobit então perguntou-lhe: “Rogo-te que me digas de que família e de que tribo és tu?”.

17O anjo respondeu: “Que é que procuras: a raça do servo ou o próprio servo para acompanhar teu filho?

18Mas, para tranquilizar-te: eu sou Azarias, filho do grande Hananias”.

19“És de família distinta – respondeu Tobit –. “Rogo-te que não me queiras mal por ter querido conhecer tua origem.”

20O anjo então disse: “Conduzirei o teu filho são e salvo e assim retornará”.

21Tobit respondeu: “Boa viagem! Que Deus esteja em vosso caminho e que o seu anjo vos acompanhe”.

22Prepararam o necessário para a viagem. Tobias despediu-se de seu pai e de sua mãe, e os dois viajantes partiram.

23Depois que partiram, sua mãe pôs-se a chorar: “Tiraste-nos – disse ela – o bordão de nossa velhice e o apartaste de nós.

24Prouvera a Deus que nunca tivesse havido esse dinheiro pelo qual o enviaste.

25O pouco que temos nos bastava; a nossa riqueza era a vista de nosso filho”.

26Tobit respondeu-lhe: “Não chores. Nosso filho chegará são e salvo e voltará também são e salvo para a nossa companhia. Tu o verás com os teus olhos.

27Estou certo de que um bom anjo de Deus o acompanhará e disporá solicitamente tudo o que lhe diz respeito, de modo que ele tenha a alegria de voltar para nós”.

28Ouvindo isso, sua mãe cessou de chorar e calou-se.